Campanha de desinfestação

Desbaratização e desratização nos coletores de águas residuais e pluviais

A Taviraverde desenvolve, de forma regular e calendarizada (usualmente em cada trimestre), o controlo de pragas na rede de coletores de águas residuais e da rede de pluviais, em zonas previamente determinadas e distribuídas no espaço, por forma a ser representativa de todo o concelho. Também atuamos pontualmente, em caso de suspeita de infestação. 

Estas campanhas incluem a eliminação de baratas e ratos, sendo feita previamente a análise do grau de infestação e posteriormente, a aplicação de produtos adequados e autorizados, de forma a salvaguardar a saúde pública o o bem-estar animal. 

Os produtos utilizados nas campanhas são todos do grupo piretróides sintéticos (cujas matérias ativas são a Permetrina e Alfaicpermetrina), não sendo autorizados quaisquer inseticidas organofosforados pelo seu grau de toxicidade elevado. Asseguramos sempre o cumprimento escrupuloso da legislação sobre esta matéria.

Preventivamente, no caso dos ratos, podem ainda ser colocadas armadilhas, caixas especialmente desenvolvidas para o efeito, onde é colocado o isco rodenticida e que permite uma rápida monitorização dos resultados da intervenção.

A Taviraverde esclarece o porquê das baratas saírem dos coletores domésticos e grelhas das águas pluviais, após a pulverização:

  • Aquando das pulverizações nos coletores com tampas de encaixe, as baratas podem sair pelos buracos existentes nas mesmas ou pelas grelhas das águas pluviais, isto porque o inseticida atua ao nível do sistema nervoso das baratas, causando excitação nos insetos que por este motivo procuram a fuga. A sua morte acontece 3 a 6 minutos após o contacto com o inseticida.
  • Por este motivo, nas zonas de restauração, edifícios públicos e outros com grande movimentação de pessoas, optamos por executar a desbaratização antes do horário laboral.
  • Desta forma, é natural que ao passarem pelos locais desinfestados, se possam confrontar com a visão de baratas a "passear" pelas ruas e/ou tentando subir pelas paredes.
  • Para minimizar este problema, o prestador de serviços para esta área reforça a informação através de colocação de placas avisadoras das zonas desinfestadas, à entrada da Cidade e nas Freguesias.

 

Devido às altas temperaturas nos meses de verão, há maior probabilidade destas pragas saírem dos seus locais de nidificação, procurando temperaturas mais adequadas, pelo que reforçamos estas campanhas neste período.

Para uma maior eficácia destas ações, solicita-se aos proprietários de edifícios e estabelecimentos comerciais que realizem, também, ações de desinfestação nas caixas de visitas dos coletores dos prédios.

2022

2021

2020

2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2010

2009